01 dezembro 2006

Da convicção ao compromisso



Tentando apreender todas as dimensões que me envolvem, numa aprendizagem em que a luz existe pela força do meu desejo e vontade de ver.
Tenho a sensação de incompletude. Há sempre pontas soltas que arrasto, tal como um neurónio criando novas sinapses que não encontram ligação. O cérebro não me acolhe, ou sou eu que não me integro?
Ainda preso à materialidade, como básica condição para o sossego espiritual, sabendo que não é aí que o encontrarei. Mas não será o despojamento total a condenação de parte de mim?
A consciência, que eu sou, precisa de se expandir, mas continua enredada nas particularidades deste plano terrestre. Porventura, isso fará parte do percurso necessário, que eu tento transcender sem descanso.
Sei que preciso de melhorar…

8 comentários:

YSL disse...

Feiticeiro.

Que trazes ecos de vida

Que afastas tantos escolhos

Que vês na escuridão.

Tens aberta uma ferida

Que chora pelos olhos

Tristes de solidão.

imensa disse...

estamos em constante desenvolvimento, daí sempre a sensação de insegurança. Mas é muito bom quando tomamos consiência que precisamos de melhorar...isso chama-se crescer.

beijo imenso

gostomuitissimodeti disse...

desabafo,com o reconhecimento da melhora... custa não custa?

gostomuitissimodeti

lualil disse...

.. Há sempre o momento preciso, a hora exata: a fratura exposta, a carne viva..
um grande beijo

Ana disse...

Saber que precisamos melhorar é um passo para o atingirmos.

Um beijo para ti, Daniel.

Irene disse...

Deixa as pontas voarem, não as amarres;
Envolve as dimensões nessa luz e não deixes que elas te envolvam a ti...
Deixa fluir...
Tu transcendes-te.

Obrigada pela visita ao meu blog e pelo comentário.

Beijo

meialua disse...

A nossa vida é uma constante cruzada de perguntas e respotas, caminhos, procuras que nos trarão outras que tais para nos levar sempre mais além...
Beijinhos amigo*

agua_quente disse...

Penso que o compromisso é inevitável. Mas saber que precisamos de melhorar já é um passo muito grande.
Beijos