02 junho 2007

A luz ao fundo do túnel



Foto: José Luís Mendes

O que nos dá mais alegria?
Uma surpresa agradável!
Ser surpreendido no amor,
no trabalho, em cada dia,
ser meigo, doce e amável,
esperar dos outros igual calor.

E porque acredito em mim,
no acaso e na recompensa
e que vencerá a verdade…
Para cada não haverá um sim,
nem tudo é como se pensa
e há a transformação da idade.

Na roda da vida, na sorte,
que a luta ajuda a encontrar,
mesmo que o tempo se atrase…
Esqueçamos a certeza da morte,
de não saber o que buscar,
e sofrer… é só uma fase.

36 comentários:

Cristina disse...

Querido Daniel,
Adorei este teu texto, é tão verdadeiro

:)

Um beijinhu

Conguitos disse...

Será so sorte ou nós poderemos fazer essa sorte. Amorte é uma certesa mas não sabemos quando.
Tenho coragem em outros dias não tive tenho de a aproveitar agora.
É sempre tão bom visitar este cantinho Parabéns

mª josé disse...

Sempre haverá esse túnel a percorrer, com uma luz mais adiante!
"Na roda da vida" - às vezes numa 'roda- viva', para acertar o momento com o tempo ou para esquecer o tempo porque não é esse o momento (de pedir tempo ao tempo).

Neste meu trocadilho que parece sem sentido, a alegria e a dor são, em qualquer idade, uma manifestação de sentir, de vida.

Será uma questão de sorte?!
Não sei, talvez!
Mas isso a que poderemos chamar sorte, será o resultado da nossa postura perante a vida, de acreditar que lutar vale sempre a pena.
Tudo de bom,
um abraço.

Pink disse...

Lindo poema cheio de esperança e força! Bem ilustrado.

Um beijo pink :-)

Betty Branco Martins disse...

Querido Daniel

A vontade_____dentro de nós_____a nós destinada____________como uma onda ou um grito

Beijinhos com carinho
BDomingo

Ana disse...

Fases da vida que o tempo vai desfolhando. Na luta que empreendemos se desenha a luz que brilha, lá ao fundo. Que a alcances e a faças tua, Daniel.
Um beijo.

Miosotis disse...

Um 'desfolhar' de alma de quem vai aprendendo em cada dia...

A vida nem sempre é sorte, afectos, alegrias.

Mt sensibilizada pelo olhar poisado em meu espaço!
Lamento ter-me mantido distante.

poeta_silente disse...

Daniel, querido amigo!
Dá-me alegria vir aqui, depois de tanto tempo afastada, em razão de compromissos inadiáveis, e ver as maravilhas que postaste. Que bom, amigo, chegar e ler tantos posts belos.
Mas...
"Para cada um "não" haverá um "sim".
... " e que vencerá a verdade"
Que bela poesia. Mostra-nos a verdade da vida... Mostra-nos os nossos caminhos, quando percorridos com maturidade e sabedoría. E esta sabedoría, querido, não são muitos que a adquirem.
E não me é surpresa, acredita, ver que tu a alcançaste.
Beijos
Deus te abençoe
Miriam

Vênus disse...

...Pq aqui encontro
as palavras que tanto
precisava ler, ouvir...Hoje!
Thanks!

Nefertiti disse...

Daniel,
Se me permites vou monologar um bocadinho... coisa rápida!...
Assiduamente, poucos são os espaços que visito, não por falta de tempo (sempre se arranja tempo para o que gostamos), mas porque poucos me cativam.
Têm que ter “mexido” comigo de alguma forma... ter-se manifestado a dita “química”, para que eu volte.
O teu compreende o que eu denomino de “o equilíbrio”. A harmonia entre as palavras, sentires e sentimentos, assim como a componente musical sempre criteriosamente seleccionada e que muito aprecio.
Nem sempre me manifesto, perdoa... mas questiono-me, dizer o quê, comentar o quê, se tudo entendo como perfeito?
Ainda que a minha passagem seja em silêncio, desejo que a sintas, e que o meu silêncio traduza as palavras que me sinto incapaz de proferir.
Um beijo.

Paola Vannucci disse...

Aladiah querido,

Suas palavras muito me fazem bem,
Graças ao bom deus que o tenho sempre aqui a espreita de que algo se pode melhorar, acreditar no final do túnel significa ter fé e esperaça sempre.
como sempre suas palavras são maravilhosas,

boa semana pra vc meu querido

te amo sempre

Paola

sonhadora disse...

O amor é bom.
O amor é excelente.
Beijinhos embrulhados em abraços

tb disse...

Somos os percursos que escolhemos...
belos texto e imagem.
beijo

bom dia isabel disse...

Um poema fantástico! O que me dá mais alegria?
Ter amigos como tu.
Beijinhos

Angela disse...

Há que viver a vida em pleno; disfrutar o que de bom ela nos dá, colorir o que de menos bom ela possa trazer.

Desejo-te uma óptima semana.

Um beijinho grande.

Rosa disse...

A vida... basta vivê-la.
Beijinho.

Zé Ninguém disse...

Preferimos Esquerdalhas ou Faschizoides ?

Bata em Mao!

http://absolutamenteninguem.blogspot.com

Alba disse...

Tens um olhar muito construtivo sobre a vida, Daniel. Soube-me bem ler o teu poema.

RealSmile disse...

para apreciarmos a luz há que conhecer a escuridão.. bonito texto. Beijo ;)

sonhadora disse...

Nos vales do meu corpo plantarei as carícias que me ofereceres.
Beijinhos embrulhados em abraços

Lia disse...

Todas as experiências que vivemos fazem de nós aquilo que somos...
Que prazer teríamos num caminho que não há obstáculos?!?

Um beijo

Lord of Erewhon disse...

Uma fase... mas o tempo não se atrasa, nós... sim.

cris disse...

"...e porque acredito em mim..."
Não há nada mais importante que acreditar que conseguimos, Daniel.
Na decepção aparente de um não, "uma luz no fundo do túnel..." e o sim que acabamos por descobrir.

Retenho o que deixaste no blog, no meu último post... "que estavas cansado de querelas sem o mínimo valor..." , recordas-te?

Também estou, mas devagar vou aprender a tirar delas o positivo, entendes?

Há fases mais complicadas (parecem-nos a nós, e à noite, então, quando nos encontramos à conversa com a almofada, tomam proporções enormes.
Mas, de manhã, quando acordamos, não são tão grandes assim e temos a tal luz, no fundo do túnel, e avançamos, avançamos!

Mais do que um comentário à escrita, à forma como está escrito, eu li este poema duma outra forma.
Não sei, Daniel...Talvez porque me encontre numa encruzilhada e é tempo de escolher...
Estou cansada, tal como tu, meu Amigo, mas derrotada não vou ficar, não vou, e ler-te, fez-me um bem imenso.
Beijo, Cris

vero disse...

Meu querido amigo,
ADOREI!!!

Beijinhos***

Rosa Maria disse...

Esteja eu em que estado estiver...sabe sempre tão bem ler o que escreves...

bom dia isabel disse...

Está um dia de sol. Tu és um dos seus raios.
Aqueces a minha casa.
Beijinhos
Bom dia!

Kalinka disse...

DANIEL

Logo cedo te visito.
Venho em busca de algo.
Preciso urgentemente de afecto,
sinto-me a desfalecer,
não sei onde me encostar,
um porto de abrigo,
um ombro amigo,
quem sabe, dar-te a mão...
sentir o toque, o calor
um brilho nos olhos,
quem me ajuda? Preciso.

Votos de Bom Feriado.
Beijitos com carinho.

Vanda disse...

Tantas são as coisas que nos dão alegria. Basta que as aceitemos.

Beijocas,
Vanda

anne disse...

É verdade Daniel, sofrer é uma fase e assim sendo, é temporária. A vida é feita de sim e de não. O importante é saber que há um amanhã e ele poderá ser belo. Beijo meu e fica bem. Há de fato, muita verdade nas tuas palavras.

bom dia isabel disse...

Passo para agradecer a tua passagem pelo meu blog e dizer-te que espero que esta amizade que aqui vamos construindo permaneça para sempre.

Beijinhos

Eli disse...

Olho para a minha vida pelas fases... que trazem a aprendizagem, mas nisto do "sentir" não adianta muito!

:)

LUA DE LOBOS disse...

como eu te entendo :)
xi
maria

Blueshell disse...

Já alguém algum dia te disse quão especial tu és?
...pois és!

Beijos em azul
BShell

fairy_morgaine disse...

eu não acredito na recompensa que virá apenas porque sim. eu acredito num rol de factos e consequências que nem sempre são o que esperamos. acredito que não existe nada onde não haja um quê de negativo.
mas acredito em ti, daniel. beijo muito doce

impulsos disse...

Daniel
Este teu poema, de tão verdadeiro que é, fez-me lembrar algo que um dia alguém me ofereceu, num pequeno post que fiz inspirada nesta mesma imagem:

Aqui...encontro uma passagem secreta
para a outra margem de mim!

Aqui...
Onde tudo termina... e
o que se vislumbra é talvez o fim ...

Surge em nós uma luz imensa,
um baloiço, uma cadência,
uma luz incandescente ...
Um Sol nascente...

Aqui
Onde tudo começa...
onde os opostos se tocam ...

Aqui...
... no fundo do túnel!
Sinto-te aqui ...

E sem medo das trevas,
tal segredo, entrelaço
os teus nos meus dedos
e enfrento o medo ....

Neste túnel
encontramos um lugar seguro!

Mel de Carbalho


http://blog.comunidades.net/soprodaalma/index.php?op=arquivo&pagina=8&mmes=09&anon=2006

Um beijo neste impulso

Solitária disse...

Ás vezes ainda procuro essa luz...
Votos de um excelente fim de semana...Beijinhos