01 abril 2008

Guerra dos Mundos



Foto de Alberto Viana d'Almeida

Na certeza de que as tempestades são prenúncio de bonança,
e que ser forte e determinado é fundamental,
clamo pela mudança que configure uma nova condição…
Porque em tudo se consegue excelência pela temperança,
sabendo que somos diferentes e a luta desigual,
mas que no fim vencerá o amor, sendo ele a razão…

As cicatrizes endurecem-me a dádiva pura em que sou criança.
As barreiras erguem-se para deter o mal,
que nos envolve e condiciona para a tentação…
Rejubilam as hostes de anjos por verem que a esperança
em mim abunda tanto como no mar o sal,
e, por isso, faço da força do acreditar, a guia do meu coração.

20 comentários:

JoJosho disse...

See please here

Ana disse...

Esperança que em ti abunda e de que as palavras são sinal.
Um beijo, Daniel.

Esyath disse...

Daniel, meu querido isso é quase uma meditação. Sim, no fundo luta nossa natureza com os nossos aprendizados... e sim... ansiamos mesmo que involuntariamente... por mudança...espero que boas e mais humanas.

Beijos (Des)conexos!

vero disse...

Olá meu amigo. Passei para te ler e deixar um beijo :)

paula disse...

Quando a alma é pura e o coração tem a força que vence todas as fronteiras, todos os caminhos são passiveis de esperança .
As tuas palavras são lindas, como sempre. São cheias de força como nunca deixaram de ser . Admiro-te muito .
Nunca deixes de acreditar ...
Beijos ,
Paula

marcelo disse...

depois da tempestade...não sei. vem o costume da tempestade...a bonança é apenas a quebra deste costume.

abraços

aflordapele disse...

Aconchego-me nas tuas palavras...
Deixo um beijo em troca...:)

tulipa disse...

Daniel:
Vou encerrar o meu blog e já criei o meu novo espaço, este será apenas para as pessoas que tenho no coração. Muitas outras mostraram não merecer a minha amizade, criando problemas na minha Vida, quero esquecer isso.

Com alguns erros de percurso, sempre lutei por aquilo que julguei justo.
Desfaleci em alguns momentos, chorei de raiva por causa de injustiças, sofri por não me calar quando isso era mais fácil.

Sou feliz por ser quem sou, continuo a querer aquilo que acho que mereço.
Sei que ainda vou errar mais algumas vezes, mas procurarei corrigir o rumo, tentando ser como sou, em busca dum mundo melhor.

Beijo.
Bom domingo.

EXCELENTE MÚSICA. ADORO.
Obrigado pela musica...

Akinogal disse...

See Please Here

mjose m. disse...

Olá, Daniel,
Sempre bom ler estas tuas palavras.
O real da vida não é apenas e só um poema, a palavra escrita.
Mas como guia, quantas vezes, capaz de nos fazer reflectir e seguir adiante ( também a quem lê).
Acreditando

Um Abraço

cõllybry disse...

Muita tempestade virá ainda, doce amigo...Será para o nosso tempo a bonança? como penso nas crianças...

No acreditar há sempre esparença...que ele se faça

Doce meu beijo

Hamilton disse...

[green]Vejo pág.Humores,e sinto uma calmaria!A razão além de ler,gosto da música defundo...
meu carinho e meu Beijo de agradecimentos...

Bia disse...

Tem-se tudo quando vemos jorrar com abundância e esperança dentro de nós, e colocamos na força do acreditar, o nosso guia.

Uma imagem forte, bela, encimando um texto profundo, instigador, verdadeiro.

Sorrisos e pétalas para enfeitar tua semana, e um beijo no teu coração, meu amigo!

Bia disse...

corrigindo: quando vemos jorrar com abundância a esperança...

Vanda disse...

Passei para deixar um olá.

Ana Luar disse...

Que seria da vida sem uma tempestadezita de quando em vez?
Um abanão de vez em quando não faz mal a ninguém... serve muitas vezes para nos acordar para a vida.
;) digo-o eu que sou uma crake em tempestades. rsrsrsr

Paola Vannucci disse...

Aladiah,

a corrida da razão pelo amor é lindo,

adoro tudo pelo e para o amor, o mundo em guerra correi meus pensamentos,
a que bom seria amarmos mutuamente sem didtinção, cor , raça, etnia

mil beijinhos para vc que amo muito.........

te amo

Paola

Cöllyßry disse...

É sempre bom reler...as Tuas reflexões poéticas, doce amigo

Doce tambem meu beijo

tee disse...

Tempestade...

teima em não deixar chegar a primavera, as cores e os "dias de bem"

... também ela me habita. Quero acreditar que é apenas um ciclo e que como um dia alguém me disse:

"All good things come to an end, just because better things are waiting for you!"

teetee

mariz disse...

Salvé!
Passei por acaso no seu blog e gostei...deveras.
Sou caloira nesta senda bloguista, mas não tanto na senda rumo a Algo qu me move dsde há 10 anos. Por isso entendo o que vem aqui dscrito.
Parabéns e continue a desbravar a alma e sobretudo a distanciar-se...com fim no silêncio

ESPAVO! - reconhecendo a luz que há em si - como em MU

Mariz