30 agosto 2009

Passo V


Foto de José Canelas
Perdido na janela
dum quarto qualquer,
crescente ou minguante…
Sonho com ela,
amor eterno de mulher,
deste cavaleiro andante…

Passam nuvens, tempestades,
copos de solidão,
e não deixo de ser crente…
Outras vidas, majestades,
e não sei a razão
de querer ser ainda diferente…

16 comentários:

Arabica disse...

De querer ou crer ser ainda diferente? :)


Um beijo, boa semana, seja qual for o quarto.

teetee disse...

... Há muito que não passava por aqui! Não deixo de me surpreender a cada vez que volto e regresso!

teetee

Rosa disse...

Há que acreditar, sempre. Apesar das tempestades.
Um beijo.

Ana disse...

Passem as nuvens que passarem, tu és diferente...
Um beijo, Daniel.

© Piedade Araújo Sol disse...

de querer ser ainda diferente?

todos somos diferentes, e quase iguais.

gostei do poema.

deixo um beij

Fa menor disse...

Que nada faça deixar de acreditar!

Bjins

Anjo De Cor disse...

Quém acredita as vezes torna real o que parece impossível... ;)
Bjs*

tulipa disse...

DANIEL

Como vive no PORTO vou fazer-lhe um CONVITE e gostaria que fosse aceite.
Caso compareça faça-se anunciar pois gostaria de o conhecer pessoalmente.

CONVITE:
Estive 5 dias isolada do mundo, num encontro espiritual comigo mesma, num monte alentejano e, por isso tenho que muito rapidamente divulgar a minha próxima exposição de fotografia.

Desta vez será no “Norte” a pedido de várias pessoas, em Fevereiro passado, quando foi a minha 1ª exposição individual aqui próximo de Lisboa, na margem sul.
Como gosto de desafios, houve “alguém” que me desafiou e disse que colaborava, nem pensei 2 vezes e decidi tratar do assunto em Abril passado.

Chegou Setembro e será a minha rentrée cultural.
Fica o convite para quem vive perto e noutros casos, em que a distância impossibilita a presença de tantos bloggers, fica a participação do evento.

Venho reforçar que teria todo o gosto em que estivesses presente na minha rentrée.
Será muito próximo do Porto, em S. Mamede de Infesta.

Acabei de fazer a divulgação no meu blog.

Abraços, TULIPA

Fragmentos Betty Martins disse...

._______querido Daniel




[voltei de férias:=)]


...



aqui estou como sempre meu amigo______como estás?



nunca.nunca deixes de ser diferente!

.nem crente


__________num "quarto" qualquer

a lua sempre sorrirá para ti__________...









beijO_______ternO

NANE disse...

Olá

Continua lindo,lindo tudo por aqui.
Abraço amigo

Nane

Arabica disse...

Tão longa ausência!

Passaram as palavras para o lado de lá da janela, encontrando-se com outras na rua?

Um abraço.

Cláudia disse...

Obrigada Daniel. :)

É verdade, as energias positivas pairam muito por aqui... e eu tenciono absorvê-las bem e por completo. Para depois também as poder distribuir.

Um beijinho grande e um sorriso para ti. ***

Spiritual disse...

Somos todos diferentes... talvez uns se sintam, contudo, mais diferentes do que outros, pelas mais variadas razões... alguns até se sentem diferentes só porque sim, e depois descobrem que, no fundo, são iguais aos outros todos... e é um pouco triste até fazer essa descoberta, pois deixamos de nos sentir tão especiais... claro que trabalhando a nossa identidade, conseguimos até confundir-nos na multidão, e manter essa nossa excepcionalidade... e viver isso com gratidão e como uma honra, em vez de o viver como uma maldição. As mais normais das criaturas só o são porque reprimem as suas facetas mais complicadas... se essas criaturas normais escarafunchassem bem nas suas trevas, descobririam coisas que até o próprio demónio duvida! :D

Fragmentos Betty Martins disse...

.________querido Daniel





.um olá______...



com um


:=))_______e amizade







____________///











beijO______ternO
b.semna

Sandra Fonseca disse...

Por aqui se lê boa poesia.
Abraço.

Laura Antunes disse...

Que esse sonho te acompanhe por toda a tua vida. Aconteça o que acontecer nunca deixes de acreditar, pois será a tua fé que faz de ti um homem diferente.
Beijo Laura