15 novembro 2009

Para lá do ruído

Foto de Hermann
Há histórias por contar, mas não sei delas dar relato.
Há presenças que me alimentam sonhos paralelos.
Há amores que são como sequóias.

Num deserto, mirrando pela falta de visão,
procuro a gota rara de orvalho nocturno,
que seja alimento de uma nova oportunidade.

Não posso escrever mais do mesmo.
Não posso gritar para ouvir o eco.
Não posso ser, nem estar, nem ter…

A mudança serpenteia o horizonte.
Pelos caminhos tortuosos da mente,
faço a escalada… não te ouço…

9 comentários:

Mystic Butterfly disse...

Na caminhada muitas vezes deixamos de ouvir o nosso Eu mas ele está sempre lá! Como tudo na vida, nem todos os caminhos são perfeitos cabe-nos contronar todas as "poças de fel", que aparecem ao longo da caminhada. Se desfocares a tua atenção para a Outra Dimensão não só verás como escutarás o teu Eu e o Ele que diariamente te acompanha.... e se desfocares um pouco mais para além do horizonte, verás que Eu estou lá...ouvirás a minha voz e acabarás por sentir que nunca estiveste, estás e estarás só. A mudança depende de ti pois ela reside em Ti... Está na hora de veres mais além do horizonto. Afirma-te e reconhece o que tens de melhor Tu Eu e o nosso Filho...
Estou Aqui...
A TUA MYSTIC

Maria Lucas disse...

Ahhh..que saudade dessa vida nas palavras! Te encontrei novamente.
beijos

Ana disse...

Renascer em cada dia para mais um passo da caminhada.
Este és tu, Daniel!
Um beijo.

Fragmentos Betty Martins disse...

._________querido Daniel



.o teu sempre
________sentido da procura



. grande responsabilidade do ser humano consiste em saber discernir...

o mundo espera que cada um de nós assuma esta importante tarefa do justo equilíbrio______________...


[Y.Shimon]








______________///









beijO______ternO

© Piedade Araújo Sol disse...

mas para lá do ruído há por vezes o eco.

e vou contigo nessa caminhada de palavras por vezes com ou sem ruído.

bom fim de semana!

beijinh

Efigênia Coutinho disse...

Gostei, ler um Soneto, sempre é um prazer imenso, meus cumprimentos, deixo o convite para conhecer meu recanto, com admiração, Efigênia Coutinho

Eli disse...

Ainda que a poesia se interponha nas vozes fugidias, declamarei-as com musicalidade para que nunca me escapem sensações e ecos profundos...

:)

Marlene Maravilha disse...

Mas o importante é mesmo seguir em frente sem temer!
Muito Lindo! Parabéns!
beijo

Miosotis disse...

... um longo caminhar que leva ao aperfeiçoamento do ser maravilhoso que há em ti, em todos nós! Mesmo quando 'mirrados' pelo mundo em que vivivemos...

A imagem é tão bela! Perfeita para o ser que és!

Um beijo,

Sensibilizada por teres voltado a meu espaço, onde escrevo menos, verdade...