09 setembro 2010

Outras vidas

Foto de António Gil


Há quem sonhe…
Podia ser o mesmo noutro lugar.
Ao fim de tantas vidas,
tantas almas gémeas,
tantos amores verdadeiros,
como escolher?
O anjo sabe e vela.
E eu espero o tempo,
outro tempo…
Em que cego, verei a luz.

5 comentários:

Anjo De Cor disse...

Novo blog ;) faz bem mudar...
O coração da-te a resposta, raramente se engana ;)
Bjs*

Fa menor disse...

Atrás de tempo, tempo vem! Que a luz nunca se apague!

Bjins

blueshell disse...

Gostei das tuas "almas gémeas"...como sempre. sabes? O meu marido anda a fazer químio o IPO, em Coimbra. Não tenho forças para mim...mas tenho de lhe dar coragem a ele para superar . Está a ser tudo tão difícil....

Soraya Azevinho disse...

ontem, sonhei que me diziam:

"é impossível morreres em mim, mas, sabes, aquela coisa das outras vidas... quando um amor vai, outro vem"

© Piedade Araújo Sol disse...

nao escolhemos...

e tudo se resolve.

gostei.

um beij