14 setembro 2005

Foi só uma gota...

Foi só uma gota…
E transbordou, rebentando as barragens
em ondas de ira que me atravessaram,
quais punhais rombos a dissecarem
a minha mente, já tão combalida…
Ó martírio! Ó atribulação!
Que se esgotam as noites e sofro.
Que os dias são luz que não vejo.
Que o tempo é algo que se esvai,
lembrando-me a efemeridade de tudo,
prostrando-me o orgulho,
alimentando-me a demência,
cortando-me cada músculo,
que utilizo para o esgar que me faz a face.
E tudo continua sem parar!
Tapo os ouvidos, cubro a cabeça,
e as vozes estão aí, não me largam.
Será esquizofrenia ou estereofonia?

Foi só uma gota…
E voltei a ser meigo, ternurento,
pois queria ver-te rir sem dor.
A paz instala-se sem medo.
Deixo deslizar a quietude
no marasmo duma folha que cai.
Ouço a solidão a passar.
Vejo através das lágrimas
que o espaço se dilata
em tons de azul em ouro.
Tudo ao contrário, será certo?
Sei que vou querer mais ainda.
Que é impossível a satisfação.
Que os corpos vibram como a alma,
se tocados da forma adequada,
mostrando-nos um pedacinho
do paraíso perdido há muito,
e que nós procuramos sem parar…

11 comentários:

Lina disse...

Es titulo faz-me lembrar uma canção linda que não me lembra o nome..., este poea faz-me lembrar outras coisas, outras esperanças, outros renovares, que voltaram ao mesmo :)
Beijos

Delírio da Loirinha disse...

Querido Daniel!
Uma so gota faz toda a diferença....
Beijinhos doces

Paola disse...

Nossas almas ....eternizadas e sintonizadas como um laço que envolve o doce perfume suava da rosa. Esta sem espinho, reservou o espaço para nosso amor puro e sincero......




Maravilha esse Humores novo.

Beijos Paola

Liliane disse...

uma gota só basta...
bjos
apreça ...vc sumiu

lualil disse...

Daniel,
Só uma gota.. parece tão pouco mas sabemos muito bem onde esta pode nos levar.. lindo!
beijos

Betty Branco Martins disse...

Querido Daniel

Que agradável surpresa VOLTASTE!!!

Posso continuar com o grande prazer de te continuar a ler.

Um beijo

sonhos sonhados disse...

Daniel

...uma só gota
é o suficiente.
lindo texto.

beijux létinha.

Vera Cymbron disse...

Que bem que escreves meu caro...
O teu talento...
Jinhos

Salta Pocinhas disse...

É bom ter-te de volta.
Foi só uma gota... mas a ternura das tuas palavras valem por um dilúvio...
Está a chover, cheira a terra molhada. Que saudades!
Beijinhos grandes

Malae disse...

AMigoooooooooooo! Que bom ter-te de volta! Que me deixaste preocupada com as tuas páginas em negro!

Só uma gota... mas os pequenos pormenores podem fazer toda a diferença!

Força!

E aceita um beijinho imenso de ternura! E obrigada pelos parabéns misteriosos! Que bem que souberam ;D

Malae**********************

Maria do Ceu disse...

A brotar força este seu poema, e numa só gota. Beijinhos.
Se me permitir e pelo gosto que tem pela poesia, permita-me indicar-lhe um blog: www.olharemtonsdemaresia.blogspot.com/