22 outubro 2006

Numa paragem...








Podia ter feito muito mais,
mas a vida corre inabalável
e os sonhos não desaparecem.
Como um barco preso no cais,
depois duma viagem incansável,
em que as memórias se desvanecem.

27 comentários:

imensa disse...

como é bom termos um porto de abrigo. Esse cais que nos tem sempre...

beijo imenso

CM disse...

Por vezes as paragens ou portos podem não ser as que sonhá-mos ou que desejamos em alcançar, mas o certo é que por alguma razão parámos... depois voltá-mos a partir em busca do sonho, em busca da nossa vida, da nossa essência... primeiro navegámos em tempestades que nos ensinam a sobreviver depois voltamos a navegar por águas límpidas... as águas da nossa alma!

Beijo, com essência de vida!

Alexandra disse...

Olá Daniel,

Nunca sabemos se poderiamos ter feito mais ou menos, a vida não pára...mas, são os sonhos que a comandam!

Tem uma excelente semana.

Beijos

Leonoretta disse...

ai daniel, ja quis comentar aqui tantas vezes mas por vezes tenho esta coisa no pc que nao deixa. chama-se relatorio de erros.

a vida nao pára. nem precisamos do metodo de descartes para ver se e verdade. o senso comum siz-nos que sim.
seja como for, se nao pára melhor para nos.

abraço da leonoreta

Silêncios disse...

Eu por acaso acho, que algures , em alguma paragem, me perdi, virei na direçao errada...e aí, devo ter perdido algo...só agora me dei conta...

Luna disse...

Temos de abrir as portas que no momento nos parecem as certas, se serão só o tempo o dira
beijos

Adryka disse...

Olá Dniel, o teu poema pequino mas muito belo. Os pensamentos podem sim se desvanecer, mas nunca esquecer. Beijinhos

Ana Luar disse...

Paramos apenas para ganhar forças parao resto da viagem... não há tempo a perder....

Beijo Daniel...

Paola Vannucci disse...

o que nos aconteceu???????

perdemo-nos um do outro??????????

© Piedade Araújo Sol disse...

Poucas palavras, mas que dizem muito...

gostomuitissimodeti disse...

ficamos sempre com o gosto de...quero mais.

beijo

Betty Branco Martins disse...

Querido daniel

Um porto de abrigo - que puderá ser em qualquer parte do mundo

A rua
vazia
dona dos minutos da noite
descobre outros caminhos

para o perfil das coisas - das portas abertas...

Beijinhos

BoaSemana

Pink disse...

Olá!
Vim retribuir a tua visita e encontrar um sitio interessante que também não conhecia.
Há contudo uma grande diferença pela qual te felicito: tu publicas o que tu próprio escreves ... e bem!

Um beijo

}}cleopatra{{ disse...

Numa corrida
Louca... desenfreada
A vida
Parece pouca...
De tão recheada!
Os sonhos são tantos
E o tempo...
Parece pouco!
Uma breve paragem
Na berma da estrada
Para olhar o caminho
Aquele... que já se caminhou
E o outro... o que ainda falta!
As memórias
Que se desvanecem...
... mas não desaparecem!...

Um beijo soprado

vero disse...

Podíamos sempre ter feito muito mais...

"A vida correr apressada, qual louca
os sonhos adormecem-me os dias
para a saudade não ser tão dolorosa e a esperança vai cantarolando
o dia do teu regresso..."

Beijos mil***

yohanan.dreams disse...

Depois de termos feito, é que vemos que podiamos ter feito mt mais, podiamos ter agido diferente, mas depois de feito já está... no entanto há sempre tempo para reparar as coisas ou lutar pelos sonhos e realizá-los, porque enquanto há vida há esperança, e é essa que nos dá força para continuar a lutar pelos sonhos.

lindas as tuas palavras....

beijokassss**

Vanda disse...

É bom sentir que se pode fazer muito mais. É a vontade de seguir em frente e avançar.

Anónimo disse...

Olá Daniel;

Dizem que parar é morrer, por isso, mesmo que olhemos para trás, em frente é que é o caminho.

Olha..., gostei da música ;)

Beijo da Lina

Laura Antunes disse...

Não entendo...ilumina-me..

Senhora das Aguas disse...

muy bien, de vez em quando...sabe bem uma paragem. Um beijo

Cristina disse...

Olá,
Hoje venho aqui fazer-te um convite especial. Criei um blogue para todos participarem, basta mandar-me uma foto do teu automóvel, e irei criar um "chain" dos pópós de todos os amigos. Vou fazer conta contigo!
beijinhu
:)

poeta_silente disse...

OI, Daniel!
Há quanto tempo, amigo. Não tens aparecido mais no meu cantinho... Fico triste com isto.
Muitos amigos(as) passaram, deixaram impressões maravilhosas, depois se foram. Assim como as experiências vividas. Mas deixaram suas marcas dentro deste barquinho. Alguns, deixaram uma marca de interrogação... de estupefação... diante de atitudes que jamais vão ser entendidas. Assim, o barquinho segue preso, com seus sonhos e suas marcas.
Somos um complexo de experiências vividas. Mas nada vai nos esclarecer sobre o labirinto que é o ser humano.
Querido Daniel. Os sonhos nos movem e nos dão a medida exata da nossa força e dignidade de sermos humanos. Sem eles, estagnaremos. Sem eles, seremos apenas mais um ser vivo que está aqui para "fazer parte" do mundo, não para "atuar" no mundo.
Beijos. E que teu barquinho, querido amigo, seja sempre repleto de sonhos realizados e por realizar.
da amiga distante, virtual, mas real
Miriam

Angel disse...

Jamais saberemos se deveríamos ter feito mais ou menos, se deveríamos ter tomado rumos diferentes...
Mas a vida é isso mesmo, é aproveitar cada instante, da melhor forma!!
Senão, não seria viver...

Vive, porque não há coincidências!!

Beijinho grande!!

Angel

meialua disse...

Beijinho grande amigo. Bom fim de semana e até breve...

Ana disse...

Nessa corrida que é a vida, importante é que os sonhos não desapareçam.

Um beijo, Daniel.

Klatuu o embuçado disse...

Nada mal.

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu amigo, meu anjo,

Numa paragem..., hoje aqui, em teus humores, amei... sonhei...
Obrigado AMIGO!!!
Desejo-te um lindo fim de semana e uma semana cheia de luz em teu lindo coração.
Xi - corações mil.