02 outubro 2006

Sangue do meu sangue

E fugiste de mim,
fruto de amor passado,
na escuridão do ciúme…
Antes não fosses assim,
doloroso é o teu estado,
consomes-te em azedume…

Sabes que te amo,
que nunca te esqueço,
apesar de me ferires…
Não ouves que te chamo?
A única coisa que peço:
a luz ilumine teus sentires…

9 comentários:

Betty Branco Martins disse...

Querido Daniel

Sempre o mesmo prazer - bom - ao ler-te....

Perguntas por onde andei? Pois andei a rever amigos e lugares , Itália, Espanha, França, Peru e Venezuela e arranjei uns dias para conhecer a Escócia o que me encantou. Agora parei pelo menos por uns 4 ou 5 meses.

Beijinhos

Silêncios disse...

Poderia usar as tuas palavras, talvez com um tipo de destinatário diferente, mas num apelo semelhante...
Fica um beijo para ti

Carla disse...

Que essas palavras ecoem na alma de quem as diriges...
Obrigada pelas visitas

agua_quente disse...

Que as palavras cheguem a quem se destinam!
Beijos

Luna disse...

Porque será que a dor, e o amor andam de mãos dadas
beijinhos

Daniela Mann disse...

Intenso e sentido...

(`“•.¸(`“•.¸ ¸.•“´) ¸.•“´)
«`“•.¸.♥ Daniela ♥ ¸.•“´»
(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)

BlueShell disse...

Tão terno este apelo...

Beijossssssssss
BShell

Leticia Gabian disse...

Amor do passado, ciúme, dor e saudade... quem ainda não passou por isso, se pepare, certamente há de passar.
Não está sozinho com sua dor de amor.
Fique bem.
Beijo do Brasil

joicinha h-gatinha disse...

baum seu blogger
se quizer comenta nu meu tbm ta la a seu dispor bjs
te+