17 abril 2007

A Viagem I




Foto de Alexandre Costa









Não há nada que valha mais do que fazer feliz o outro.
Isso sente-se num sorriso duma criança, dum idoso, dum deficiente, dum desamparado da vida,… Ver que o medo cede, que os braços relaxam para nos acolher, que as mãos se estendem com confiança, que o outro pode também ser amor.
Acordei. O frio da montanha trespassava-me. Esfreguei as mãos enluvadas com energia. Tudo doía. Olhei a subida íngreme e pensei: “serei capaz?” Nunca desistia. Recomecei a andar e, a cada passo, a chama no coração recrudescia…

19 comentários:

Anucha disse...

fazer o outro feliz? vc faz escrevendo assim desse jeito p gente ler. bj e saudade

Ana disse...

Iniciar a viagem falando do amor pelo outro, seja ele quem for, criança ou idoso, deficiente ou desamparado da vida, é promessa de que, por mais íngreme que seja a subida, vai valer a pena chegar ao topo.
Um beijo, Daniel.

CM disse...

A viagem pelo amor...
Fiquei ansiosa pela continuação desta viagem...


Beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

A viagem, partir, chegar, para voltar a partir...cá espero a II...

Esyath disse...

Daniel,

viajar é sempre um prazer... Nos afasta da dor, nos liberta da amargura, dos problemas...
Pena que nem sempre as pessoas desejem embarcar em boas e amistosas naus ou qualquer outro transporte que nos leve rumo ao amor e a felicidade...
Existem pessoas apenas que procuram deliberadamente problemas, maldade e dor...
No fundo, rapaz, eu ainda não sei o caminho...
Sei apenas que preciso começar a seguir...
Mas as vezes caio na tentação de sentar e me amofinar...
É mais cômodo e também mais triste...
É preciso ter determinação e vontade de realmente ser feliz...

Beijos (Des)conexos!;)

maresia disse...

já chegaste da viagem?

Mystic Butterfly disse...

Amor tu nunca páras!Na caminhada que tens vindo a fazer, tens demonstrado ser um verdadeiro guerreiro e um Ser de luz!
É por dares tanto de ti que te amo muito.

beijinhos pousantes
Tua Mystic

AdéliaTheresaCampos disse...

Tendo o amor como destino a subida nele se transforma.
Belo texto!
beijos, carinho.

Rosa Maria disse...

Nem sempre tenho o tempo que gostaria, para visitar os cantos que gosto, e o teu, é mesmo um daqueles que sempre que aqui passo, a emoção toma conta de mim...
Pronto, fui um bocadinho lamechas:), mas é mesmo o que sinto...

Moura ao Luar disse...

A felicidade dos outros é a minha também :-)

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu amigo,

Hoje passei aqui apenas para te desejar um lindo fim de semana e uma semana cheia de paz e luz em teu maravilhoso coração.
Xi - corações mil.

Lia disse...

Ainda que tropece em cada passo que dê... ainda que não vislumbre o cimo da montanha, ainda assim... lutarei até ao fim... Porque um sonho vale sempre a luta, ainda que muitas vezes a luta possa ´~ao valer o sonho...

Um beijo

Cristina disse...

"Recomecei a andar e, a cada passo, a chama do coração recrudescia"

continua :)
tem um bom fim de semana,
beijinhu

P.s.
Adoro esta musica
:)

un dress disse...

daniel aladiah...o nome que dança!

(que é então uma íngreme subida...)




beijO :)

poeta_silente disse...

Daniel!
Quisera ter esta força, hoje. Será que minhas mãos vão começar a aquecer, amigo. Será que meu coração vai sentir, novamente, calor? Será?
beijos
Miriam

collybry disse...

A subida sim é ingreme, mas Tens o poder em Tuas mãos, da força do amor e sim subirás pois é esse o querer...Bjca amigo e fica bem...

Anónimo disse...

Caros amigos,

"José Afonso", figura ímpar da cultura portuguesa, que trilhou, desde sempre, um percurso de coerência na recusa permanente do caminho mais fácil, da acomodação, no combate ao fascismo salazarista e pela liberdade e democracia, é tema de um selo que está em 5º lugar. Precisamos do voto de todos para que se faça um selo em sua memória e em louvor à Liberdade.
Num período de exaltação de valores salazaristas, devemos contrapor com os nossos defensores de Abril!

“Venham mais cinco!!
Traz um amigo também!”


VOTA
[aqui]

Abril, SEMPRE!!

Davide da Costa

alem do horizonte disse...

Esse verdadeiro Amor que se sente num sorriso...
Uma Viagem em que há dádiva sem qualquer outro interesse que não seja apenas e somente fazer feliz o outro!
Por mais íngreme que seja a subida, ou por mais acidentada que seja a descida ( as montanhas também se descem,,, diferentes viagens!), acredito que muitas vezes é esse amor incondicional que nos aquece o coração e nos faz recomeçar e/ou continuar sempre...
Viver!
Tudo de bom,
um abraço,
mj

fairy_morgaine disse...

ler-te faz-me bem aos sonhos :)