06 março 2013

Até sempre...


Sou grato por tudo na vida. Não me arrependo das minhas memórias, nem de ter aprendido, muitas vezes errando, o valor mais importante da vida: o amor pelos outros.

Procuro transmitir um pouco do meu otimismo, da minha visão do mundo, da minha capacidade de lutar, sem desistir, para que possa dizer que vale a pena.

A minha escrita tem sido a imagem do sangue que verto em cada situação, como forma de comunicar sentimentos, pensamentos, interrogações.

Está próximo o tempo de parar de escrever. Fizeram-me ver quão medíocres são as minhas palavras na forma como as articulo e utilizo, fazendo-me pensar que há outras formas de fazer.

Os meus humores, ao longo de mais de 8 anos, foram sendo um espelho cheio de realidade e também de ficção. Quis tocar almas e, sobretudo, ajudar a pensar e sentir a vida com outros olhos. De algum modo consegui-o, mas tudo o que nasce…

Até sempre…

6 comentários:

Anónimo disse...

Não parta Daniel.
Entrar na sua Casa é um conforto.
E nunca se esqueça que o Sol nasce todos os dias, e os anjos e os anjos e os anjos...
Continuam a voar.
Não parta.

Mel de Carvalho disse...

Daniel,

a mim cabe-me deixar um enorme agradecimento pela sua presença, pelas suas palavras, pela sua poesia, e, acima de tudo o mais, pelo respeito do trato com que sempre me brindou.

Respeito a sua decisão, ainda que me deixe algo triste - é um companheiro de palavra que fecha mais uma janela.

Sempre ao seu dispor, receba um abraço fraterno e amigo,e, pf., seja feliz.

Mel

Moonlight disse...

Meu querido amigo Daniel

A vida é mesmo assim,feira de ciclos...umas vezes duma maneira outras de maneiras diferentes.Porém a vida segue seu caminho e nós escolhemos o que achamos certo.
Desejo que a vida te sorria sempre
Que todos os teus sonhos sejam concretizados e que um dia voltes às palavras pois nunca desistas daquilo que tens gosto.
Sê feliz meu amigo e leva contigo um sorriso meu.

Bjinho cheio de luar e até sempre!

Anónimo disse...

Volte, tenho saudades suas.
Volte, as suas palavras...
As suas músicas...

Haja o que houver
eu estarei por aqui.

Por favor.
Volte por mim.

Anónimo disse...


Sempre Fiel.
Aguardo por si.

NELA disse...

Querido amigo Daniel,
Tantas vezes visito esta sua casa virtual.
Aqui descanso, recupero forças, me sinto mais tranquila.
NÃO NOS DEIXE NÃO.
Precisamos destes lampejos de alma.
Que importa o que pensam e dizem e os outros.
Continue por nós e principalmente por si.
Eu também sou mediocre nas minhas escritas. Tenho MOMENTOS em que nem escrevo. Mas as suas escritas têm vida e isso é imprescindível.
Abraço meu amigo.