01 novembro 2007

Apesar de mim...


Monizzi
Quando te olho e te sinto,
relembro que te quis salvar,
no meio de tanta desventura…
Sabes que nunca minto,
que desejo tudo mudar,
que trespasso essa armadura…

Sou cavaleiro da távola perdida,
e luto sempre com convicção
pela justiça em que acredito.
Sou desassossego da vida,
caminho de terra em paixão,
ponta de seta, a luz de um grito…

Na certeza perfilada da morte,
alinho contos sem história,
e tudo se escreve, apesar de mim…
Tentei jogar e agradeço a sorte,
de fazer parte da memória
de quem me foi não e foi sim…

15 comentários:

Marrie disse...

Para si um poema :) Sr cavaleiro da Távola Perdida

E tudo se escreve apesar de mim...

É preciso saber porque se é triste
É preciso dizer esta tristeza
Que nós calamos tantas vezes mas existe
Tão inútil em nós tão portuguesa.

É preciso dizê-la é preciso despi-la
É preciso matá-la perguntando
Porquê esta tristeza como e quando
E porquê tão submissa tão tranquila.

Esta tristeza que nos prende em sua teia
Esta tristeza aranha esta negra tristeza
Que não nos mata nem nos incendeia

Antes em nós semeia esta vileza
E envenena ao nascer qualquer ideia.
É preciso matar esta tristeza.

Manuel Alegre

Cris disse...

Tal como eu agradeço a hora boa em que encontrei o teu espaço!
Vai aos meus encantos, pode ser?

Um beijo, Cavaleiro.
(E os teus contos?...
Têm história, sim!)

Cris

Vera disse...

Lindo poema. Leio um poema teu e saio com a alma cheia!
Gostei muito!

Beijo

lina disse...

A vida nemsempre é o sonho que sonhamos.

Beijo

Alvaro Gonçalves disse...

Boa noite meu doce amigo,

Mais uma vez consegues colocar o teu coração e alma em tão belas palavras.
Obrigado, por mais uma vez partilhares connosco esse dom maravilhoso que tens.
Beijos em teu coração.

poeta_silente disse...

Uma triste poesia linda... ou uma linda poesia triste?
Uma certeza do que não se tem ou uma dúvida do que se tem?
Beijos
Deus te abençoe
Miriam

Pink disse...

Poema lindo embora triste ... mas deixas um rasto de força na tua luta com convicção.
Usas uma imagística rica que muito aprecio, caro "Cavaleiro da Távola Perdida".
A foto foi muitíssimo bem escolhida.

Um beijo pink :-)

Som Do Silêncio disse...

Uma poesia de cavaleiro andante...
Um pouco triste? Mas de palavras majestosas.
Um beijo sereno

Som Do Silêncio disse...

Uma poesia de cavaleiro andante...
Um pouco triste? Mas de palavras majestosas.
Um beijo sereno

un dress disse...

ciclos. apenas...







.beijO

JRL disse...

és ponta de seta, certamente... beijo!

Adryka disse...

A imagens é super sensual o poema é fantástico. És um homem muito romantico. Beijinhos amigo

Lia disse...

Há ainda no mundo cavaleiros, princesas, guerreiras sempre prontos para lutarem por aquilo em que acreditam e por quem acreditam, até à morte...

Um beijo doce

Betty Branco Martins disse...

Querido Daniel

________sereis cavaleiro____meu nobre senhor____pois não são mansos os vossos desafios________conquistareis______por certo_________a espada que vos espera_____...

Beijinhos com muito carinho
BSemana

Rosa Maria disse...

E de quem lute sempre com convicção pela justiça em que se acredita, é sem dúvida do que se precisa...
Fica um beijo