08 março 2009

Da mulher, do amor...


A mulher.
Capaz de tudo.
Céu ou inferno.
Se me der,
sei que me iludo
pelo amor eterno.

Será mentira?
Sabemos amar?
Talvez não.
Há quem infira,
por carente estar,
que desejo é paixão.

Só a maturidade,
com a experiência
e o conhecimento,
nos revela a verdade,
aquilo que é essência
de cada sentimento.

O programa está feito.
Juntem-se os figurantes
e encena-se a vida.
Cada virtude e defeito,
agora como dantes,
é medalha, é ferida.

E somos no dar,
a imagem do ser,
a alma do humano.
Como gosto de estar
contigo e aprender,
que amar não é engano.

9 comentários:

Sandra Daniela disse...

Sim.. Amar não deve ser engano... a maturidade deixa-nos dar um novo significado á palavra Amor

Um beijinho

P.S. è tão bom, ler os teus poemas e perceber que não é preciso imensas palavras "caras" , para se fazerem belissimos poemas.

Sandra Daniela disse...

Sim.. Amar não deve ser engano... a maturidade deixa-nos dar um novo significado á palavra Amor

Um beijinho

P.S. è tão bom, ler os teus poemas e perceber que não é preciso imensas palavras "caras" , para se fazerem belissimos poemas.

A Intermitência dos Sentidos disse...

Por vezes não sabemos amar o suficiente.
Parabéns pelo poema.

Um abraço

Eli disse...

Será?!

Mariz disse...

Salvé Daniel

Folgo em saber/sentir que a tormenta acabou ou serenou, porque aprendeste algo e assim sendo, estendeste a mão á doação e amadureceste também.
É assim mesmo.Esquece o que és, e eleva QUEM sempre FOSTE!

Abraço meu
Sempre...
MAriz

Jean disse...

Hey meu amigo!

lindo poema!!!gostei muito!!!

um grande abraço!!!

Jean

Anjo De Cor disse...

Parabéns pelo pema, as tuas palavras fluem com uma leveza impressionante ;)
Bjs e gostei muito é sempre um prazer voltar aqui.

Arabica disse...

Daniel,


nunca o amor deveria ser engano.


E se for, que o seja em pele alheia.

Não na nossa, nem no nosso coração.

em azul disse...

Amar é ser.
Amar é dar e ter.
Amar é sonhar e tudo mais que for...


Gostei muito de ler
Um Abraço
em azul